Design de embalagem será tratado na CIF por mestre do assunto

A Conferência Intercontinental de Flexografia tem historicamente a missão de trazer todo um panorama da conversão de embalagem, falando de tecnologia, tendências, novidades e tudo que faz parte do processo. E um ponto essencial é o design de embalagem.

Apesar de nem sempre estar diretamente ligada ao trabalho da convertedora, que normalmente recebe os trabalhos já prontos dos donos de marca - ou o trabalho já executado pela clicheria, o profissional convertedor precisa entender os conceitos de design para saber como lidar com dificuldades que possam surgir.

Para isso, convidamos Fábio Mestiner, um mestre quando o assunto é embalagens. Ele vai ministrar a palestra “Novos desafios da embalagem”. Confira a entrevista que fizemos com este grande profissional da indústria de embalagem, que destaca: “São grandes desafios que se apresentam para a embalagem e o evento CIF 2021 é uma oportunidade para discutirmos e compreendermos melhor como enfrentar estes desafios”.

- Quais serão os principais pontos que serão abordados em sua palestra?

Abordarei a importância da embalagem para a sociedade, as empresas e as pessoas. Mostrarei com exemplos como a embalagem funciona como ferramenta de Marketing, veículo de comunicação e elo de conexão com a internet e como o novo cenário competitivo criou novos desafios para a embalagem que não pode mais ser utilizada apenas para "carregar" o produto mas deve ajudar o negócio das empresas.

- Ao pensar no “design perfeito” de uma embalagem ou rótulo, quais são os principais pontos a se observar?

Em primeiro lugar, o design da embalagem precisa ser compatível com o visual predominante na categoria onde o produto participa, pois a embalagem não pode de forma nenhuma ser inferior à embalagem de seus concorrentes.

- Quais vêm sendo as principais pressões por parte dos donos de marca em cima dos produtores das embalagens pensando na parte do design?

O Varejo assumiu a predominância na relação com os consumidores e passou a ditar as regras desta relação pressionando os brand owners, estes por sua vez transferem parte desta pressão para os fabricantes das embalagens.

- O quanto a demanda por produtos sustentáveis tem impacto nas embalagens e rótulos (e no pensamento do design)?

O impacto ambiental das embalagens está na pauta das discussões e não pode mais ser ignorado. A sustentabilidade é um tema central no design de embalagem pois é no design que boa parte do impacto pode ser reduzido.

- Qual a importância do contato entre o convertedor da embalagem/rótulo com quem pensa em seu design (donos de marca/agências)?

Sempre defendi a integração do design com a indústria de embalagem por acreditar que esta integração torna melhor a qualidade dos projetos, evita erros e refações e abre possibilidades para melhorias e inovações nas embalagens desenhadas.

- O pós-pandemia trará alguma mudança para quem faz o design e também para quem converte a embalagem/rótulo?

O e-commerce se tornou extremamente relevante e neste tipo de atividade, a embalagem se torna ainda mais relevante pois ela precisa promover um final feliz para o processo de venda online e representa uma grande oportunidade de iniciar uma próxima venda. Os designers são chamados a atuar de forma ainda mais efetiva.

Veja o vídeo de Fabio Mestriner te convidando para a palestra na CIF:

 <iframe width="560" height="315" src="https://www.youtube.com/embed/IAXe0qH9DDY" title="YouTube video player" frameborder="0" allow="accelerometer; autoplay; clipboard-write; encrypted-media; gyroscope; picture-in-picture" allowfullscreen></iframe>